CANELA, O PRESENTE DIGNO DE UM REI

A Canela é uma famosa especiaria adotada na culinária como condimento, aromatizante e na preparação de certos tipos de alimentos, especialmente chocolate e licores. Seu aroma inconfundível vêm do aldeído cinâmico ou cinamaldeído. O cheiro é tão forte e doce que é de longe um dos aromas mais buscados em velas e incensos.

A especiaria é retirada da parte interna da casca de tronco de uma árvore, conhecida como Canela do Ceilão (Cinnamomum zeylanicum), nativa do Sri Lanka e considerada como a Canela verdadeira. Sua altura é de aproximadamente 10 a 15 metros de altura, suas flores são esverdeadas e suas frutas arroxeadas com apenas um centímetro de diâmetro.

Muitos não sabem, mas é extremamente raro encontrar Canela do Ceilão verdadeira (foto). A espécie mais difundida é a Canela da China (Cinnamomum cassia) que pode ser utilizada pelas mesmas finalidades terapêuticas que a Canela verdadeira.
Famosa desde a antiguidade a canela é mencionada no Antigo Testamento, como em Êxodo 30:23, quando Deus ordenou a Moisés o uso da canela e em Provébios 7:17-18, quando o leito nupcial é perfumado com aloe vera, mirra e canela. No século XVI a especiaria se tornou altamente valiosa e um quilo chegou a valer 10 gramas de ouro, sendo considerado um presente digno de um rei.

Theophrastus, médico grego, cita a canela como um dos ingredientes do perfume egípcio chamado Megaleion. Foi levada para a Europa pelos fenícios, e em torno de 1833 a Holanda ampliou o cultivo em Java e Sumatra, e a partir de então o óleo essencial foi difundido para o resto do mundo como um remédio estimulante e cardiotônico.

Sua fama motivou diversas navegações dos portugueses ao Ceilão, antiga Sri Lanka, tornando o país uma colônia. Segundo o relato de um antigo capitão holandês da Companhia das Índias Orientais, as margens da ilha eram repletas de caneleira: é a melhor de todo o oriente: quando uma pessoa está no litoral, pode-se sentir o aroma a oito léguas de distância”, relatou.

As propriedades terapêuticas da Canela são atribuídas principalmente à substância da família dos aldeídos chamada cinamaldeído, encontrado em torno de 70-90% no óleo essencial, o que é uma quantidade muito grande.

Isso confere ao OE Canela propriedades anti-infecciosas, anti-bacterianas de largo espectro, antiviral, antifúngica e antiparasita. É fantástica como tônico e estimulante geral, sendo considerada como um dos óleos essenciais mais afrodisíacos para momentos íntimos.

Seu valor para saúde humana é alto, o óleo essencial da canela trata infecções, tosse, resfriado, gripe, reumatismo, artrite, debilidade geral e dores.

Além disso, o cinamaldeído mostrou a capacidade de reduzir a profileração de linfócitos e modular a diferenciação das células T, indicando possível atividade em doenças auto-imune.
Também é excelente para estados de esgotamento e sensações de fragilidade e depressão. Tem um efeito adstringente suave sobre a pele, enrijecendo tecidos flácidos, e parece ser eficaz na eliminação de verrugas, principalmente se diluído em OV Mamona.

Inalação: 3-6 gotas em difusor de ambiente / 1 gota em difusor pessoal
Dérmico: 0,5% – 1% de concentração
Cuidados e precauções: não deve ser usado durante a gravidez nem em banhos. É irritante para a pele, deve-se usar altamente diluído.

Referências: Saad et al. (2016) Fitoterapia contemporânea. / Franchomme et al. (2001) L’aromathérapie exactement.

Por André Ferraz
Psicólogo e Aromaterapeuta

Óleo essencial de Canela você encontra na:

pria

Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *