RECEITA: TABULE BRANCO PARA MENOPAUSA

Com óleos essenciais de manjericão verde e funcho

De origem árabe, o tabule já foi incorporado ao repertório gastronômico de muitos brasileiros. Trata-se de uma salada simples e nutritiva, que tem no trigo usado para preparar o quibe – outra iguaria vinda das Arábias – seu principal ingrediente.

Mas é possível preparar uma versão bem mais nutritiva e enriquecida de tabule. Ao aromatizá-lo com óleos essenciais especialmente escolhidos, podemos agregar potenciais terapêuticos valiosos a este alimento, que sem dúvida também se tornará super saboroso.

Nesta receita, foram escolhidos óleos com potencial equilibrante do sistema endócrino feminino, que podem diminuir sintomas da menopausa, TPM e cólicas. Vamos a eles:

Óleo de linhaça extra-virgem
Riquíssimo em ômega 3, beneficia o cérebro, melhorando a memória, reduzindo a ansiedade e a irritabilidade. Equilibra a TPM, reduz sintomas da menopausa e ajuda a regularizar o ciclo menstrual. Além disso, na gravidez, a ingestão de ômega 3 contribui para o nascimento de crianças com QI mais elevado (mais inteligentes).

Óleo de abacate extra-virgem
Rico em fitoesteróis (b-sitosterol), que possui capacidade de regularizar o ciclo hormonal da mulher, diminui sintomas da menopausa, aumenta o desejo sexual (anti-frigidez), além de prevenir problemas cardíacos. Nos homens ajuda na prevenção da hiperplasia prostática benigna.

Óleo (azeite) de oliva extra-virgem
Estudos demonstraram que o óleo de oliva evita o acúmulo da gordura visceral (a famosa barrigui-nha), que provoca doenças cardiovasculares e diabetes, combate a osteoporose e inflamações.

Óleo essencial de manjericão verde (qt linalol)
É rico em estragol, composto de ação estrogênica que ajuda a regular o ciclo feminino, além de ser benéfico contra cólicas (anti-espasmódico). O linalol presente no óleo é sedativo e calmante, reduz a ansiedade e aumenta a imunidade. Outro composto, o eugenol, é um dos antioxidantes mais fortes presente nos óleos essenciais.

Óleo essencial de funcho doce
O seu princípio ativo, o anetol age sobre recep-tores de dopamina na hipófise e acaba melho-rando a liberação de prolactina, e consequente-mente estrogênio, o que beneficia o ciclo femini-no. É muito benéfico na redução de calores, ansiedade e cólicas. Na lactação, aumenta a produção de leite, e reduz a cólica de bebês.

Óleo essencial de sálvia esclaréia
Um dos óleos mais empregados na aromaterapia para tratar dos sintomas da menopausa. Diferente da sálvia officinalis, o óleo desta espécie não faz nenhum mal se ingerido, e auxilia em muito no reequilíbrio de todo o sistema hormonal feminino. Possui certa quantidade de esclareol, composto que também interfere na liberação de prolactina pela hipófise.

Gergelim
O Gergelim é um dos alimentos mais ricos em cálcio (417mg/100g). Ele ajuda a prevenir a osteoporose, que é um problema que começa a afetar as mulheres na menopausa.

INGREDIENTES

– 150 gramas de grão de bico cozido
– 250 gramas de trigo branco
– 250 gramas de trigo para quibe
– 50 gramas de linhaça
– 50 gramas de gergelim
– 01 pimentão amarelo
– 01 pimentão verde
– 01 pimentão vermelho
– 02 colheres de sopa de Tahine
– Salsa a gosto picadinha
– Cebola a gosto
– Alho a gosto picadinho
– Rabanete a gosto picadinho
– Passas e nozes picadas (opcional) a gosto
– Sal marinho
– Azeite aromático anti-menopausa

PREPARO DO AZEITE

– 20ml Óleo (azeite) de oliva extra virgem
– 20ml Óleo de linhaça extra-virgem
– 10ml Óleo de abacate extra-virgem
– 3 gotas manjericão verde
– 2 gotas funcho doce
– 1 gota sálvia esclaréia

PREPARO DO TABULE

Hidratar o trigo branco e o trigo para quibe por 1 hora, tirar a água e secar bem. Depois misturar tudo numa travessa de vidro junto com o azeite aromático. Decorar com hortelã. É uma delícia! Não fica o gosto forte do óleo de linhaça.

Autora: Svetlana Fidelis – Culinarista
Texto: 1o Jornal de Aromatologia da Laszlo

Óleos essenciais de qualidade você encontra na:

pria

Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *