ÓLEO ESSENCIAL DE SEMENTE DE CENOURA - Conheça o secreto anticoncepcional feminino usado na antiguidade que aumenta também a libido

 

Por Fabian Laszlo

semente-de-cenoura-2O óleo obtido das sementes da cenoura (Daucus carota L.) é muito conhecido dentro da aromaterapia pelas suas propriedades cosméticas regenera- doras da pele, dada à presença de carotol e daucol, dois álcoois aromáticos de propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes e citofiláticas encontrados praticamente só neste óleo essencial.

Das raízes da cenoura se faz uma enfloragem em óleo de girassol, ou uma extração via CO2 hipercrítico, das raízes infusas em óleo de jojoba, que absorve o
seu betacaroteno. O óleo essencial destilado das sementes, aqui falado, é o mais importante, ativo terapeuticamente e não possui betacaroteno.

 

semente-de-cenoura-3Uso cosmético

Este óleo possui uma maravilhosa ação cosmética na pele. É frequente sua mistura a cremes com outros óleos como a mirra, katrafay, lavanda e gerânio com o intuito de renovação celular e rejuvenescimento dérmico. Há relatos de resultados muito bons com o uso deste óleo no tratamento de eczemas, psoríases e dermatites, principalmente se associado ao óleo de groselha negra (rico em ácido gama-linolênico) a 2%. Igualmente nota-se melhora visual na aparência da celulite e de estrias se utilizado com frequência.

Protetor solar?

Recentemente começaram a surgir na internet citações10 nas quais o óleo essencial de semente de cenoura aparece como tendo fator de proteção solar 40. Isso é muito alto! Em alguns desses sites, é citado um estudo de 2009, da revista Pharmacognosy magazine11, pelo qual os autores teriam realizado testes com 14 loções de proteção solar compradas na Índia e ricas em extratos herbais. Lendo detalhadamente o estudo, para as loções 3 e 14, observei que eles dizem possuírem elas em sua composição cenoura. Em nenhum local do artigo há referência de que era o óleo essencial das sementes. Igualmente, o artigo cita, por exemplo, que as loções possuem outros elementos em sua constituição com potencial fator de proteção solar, ou seja, não somente cenoura. Das duas únicas loções com cenoura, a de número 3 foi a que apresentou maior efeito de proteção, variando de 38-40 FPS, sendo constituída de cenoura (Daucus carota), Symplocus racemosa e germe de trigo (Triticum vulgare). A loção 11 foi a menos eficiente (15 FPS) e compunha-se de sândalo (Santalum album), Aloe vera, Daucus carrota, Apis mellifica, Helianthus annus, Triticum vulgare, tocoferol. O artigo falha ao não citar se esses protetores possuem elementos químicos não herbais na fórmula comumente utilizados em protetores do mercado. Dessa maneira, vemos claramente que a disseminação da informação do óleo de semente de cenoura como tendo fator de proteção 40 contra os raios UV é totalmente equivocada e que os propagadores não leram adequadamente a fonte do estudo mencionado.

É possível que o óleo das sementes da cenoura tenha sim ação de proteção solar, muito provavelmente não 40 FPS, mas que essa proteção esteja mais associada à sua capacidade antioxidante uma vez que ela aumenta a atividade da glutationa, catalase e superóxido. Não há nenhum estudo publicado até o presente momento (2014) em que tenha sido testado este óleo essencial para validação do índice de sua ação como fator de proteção solar (FPS). O óleo obtido da infusão/prensagem das raízes da cenoura com óleos carreadores demonstrou12 efeito sinérgico potencializador com o filtro solar sintético Ethylhexyl methoxycinnamate (comumente empregado em loções solares), mas este óleo infuso não possui fator de proteção 40 FPS, e essa ação sinérgica esteve relacionada à presença de carotenoides nas raízes .

Ação emocional (aromacologia)

O aroma da semente de cenoura lembra raízes , o que o torna um atrativo elemento de semente-de-cenoura-4perfumaria, bom para perfumes masculinos, ou onde se busque uma nota fechada de raiz, terra ou de especiaria.

No emocional, o aroma da semente de cenoura trabalha o aterramento de pessoas aéreas, melhorando a insegurança e a dificuldade de se enfrentar o medo, ajudando a se “enterrar” no mundo para dele colher seu próprio crescimento. Como a raiz da cenoura, o óleo das sementes traz a força vital dessa planta que resgata nas pessoas sua consciência de que nascemos neste planeta e precisamos dele para nos nutrir e evoluir rumo a nossa iluminação. É, portanto, um óleo útil para aqueles que fogem de enfrentar as dificuldades, sensíveis demais quando se deparam com o “mal” do mundo e que algumas vezes se exaurem ficando sem energia. Para aqueles que olham o mundo exterior como um obstáculo negativo em suas vidas, fugindo dele para seu mundo interno, menos dolorido, desconectando-se da realidade e de enfrentar dramas emocionais ao seu redor, sejam eles particulares, profissionais ou sociais. Este é um óleo para quem nasceu vindo à Terra descontente dela, fugindo para outras realidades, por vezes ilusórias, pois o que vê gera reações de descontentamento ao invés de estímulo para ser um guerreiro e lutar por algo melhor.

Ainda, na parte emocional, é um óleo que atua nos aspectos sexuais, especialmente facilitando a entrega, a confiança e abertura à realização e contato sexual. É útil para isso, principalmente combinado a óleos abaunilhados, como os absolutos de cacau, baunilha e benjoim.

Ação sobre o cérebro

Foi observado em uma pesquisa21 que a semente de cenoura auxilia na melhora da memória e possui potencial de uso no controle da doença de Alzheimer. Os extratos de semente de cenoura possuem ação colinérgica22,31 conseguindo reverter a amnésia induzida quimicamente por escopolamina e diazepam. Na Índia, a semente de cenoura é considerada um tônico para o cérebro e é citada em sua farmacopeia23. Porém, a parte mais interessante e muito pouco conhecida de ação deste óleo essencial é seu efeito sobre o sistema reprodutor.

Efeito na libido e testosterona

A semente de cenoura aumenta a potência sexual do homem, e pode interferir igualmente na libido da mulher.Um estudo8 realizado na Universidade de Ciências Médicas do Irã mostrou que a ingestão de extrato da semente de cenoura aumentou a motilidade de espermatozoides e é capaz de aumentar de 3 a 5 vezes os níveis de LH (hormônio luteinizante) na dose de 5mg/kg ao dia, sem efeito no FSH. As concentrações de testosterona chegaram a ser até 85% maiores do que no grupo controle quando administrada a dose de 400 mg/kg.Nesse estudo, foi utilizado o extrato e não o óleo puro. No óleo, a concentração do princípio ativo pode ser dezenas de vezes maior. Nesse estudo, a semente de cenoura também protegeu os testículos e os espermatozoides contra danos de substâncias tóxicas (na pesquisa foi usada a gentamicina). Os autores concluíram sua pesquisa confirmando o uso popular da semente de cenoura como afrodisíaca, especialmente masculina, com aumento da produção e motilidade de espermatozoides e níveis de testosterona8.artigo-semente-cenouraHistological appearance of testis samples. A: Regular seminiferous tubule with normal germinal epithelium morphology in the control group (arrow). B: Photomicrograph of testis in gentamicin group show reduced of epithelium seminiferous layers (arrow). C: Regular seminiferous tubule with normal germinal epithelium morphology and sperm presence in the lumen of groups that received 400 mg/kg carrot seed extract (arrow). D: Regeneration and tubular healing of seminiferous tubules in the gentamicin group after exposure to 400 mg/kg carrot seed extract. All graphs are viewed at ×640 magnification. 

Efeito contraceptivo (anticoncepcional)*(leia na página 9 em ATENÇÃO)

semente-de-cenoura-6As sementes de cenoura são utilizadas há séculos como contraceptivo (anticoncepcional). A referência mais antiga sobre isso data dos séculos 4o e 5o a. C., aparecendo em uma obra escrita por Hipócrates, que também a indicava como abortiva20. Havia menções similares por parte dos médicos Pedânio Dioscórides e Scribonius Largus (47 d. C.) – quem acompanhou o imperador Claudius para a Inglaterra – e Soranus – médico grego em Roma – um dos primeiros escritores a falar sobre a semente de cenoura e fertilidade, tendo sido o primeiro também a incluir as sementes de cenouras selvagens em uma receita para contracepção20.

A cenoura faz parte da mesma família da salsa (umbelíferas). Esta última, também considerada como tendo propriedades abortivas17 e reguladora dos hormônios femininos, é cultivada pelo ser humano há mais de 5000 anos, e segundo evidências arqueológicas é encontrada ao norte dos Alpes e datada do período Neolítico24.

John Riddle, no livro “Eve’s Herbs: A History of Contraception and Abortion in the West”24, semente-de-cenoura-7escreve que a semente de cenoura é um dos mais potentes agentes antifertilidade conhecidos no mundo. Lá, ele diz que “as sementes colhidas no outono são um forte contraceptivo se tomadas oralmente imediatamente depois da relação sexual.”

Estudos com pequenos animais demonstraram que extratos e o óleo essencial da semente de cenoura impedem o processo de implantação do óvulo fertilizado, e se o ovo se implantou há pouco período de tempo, o leva à expulsão 13,14,15,16,25,26,27,28,29,33,34,35,36,37,38,39,40.

Pesquisas chinesas mostraram que os terpenoides do óleo essencial da semente de cenoura bloqueiam a síntese de progesterona em ratas e camundongas fêmeas grávidas26,27. A progesterona é crucial para que a gravidez ocorra, tendo a função de preparar o endométrio para receber o óvulo fertilizado. Se o endométrio não estiver pronto, o ovo terá dificuldade de se implantar, se perdendo e vindo em seguida a menstruação.

Igualmente, a testosterona alta, que pode ser induzida por este óleo essencial, sem estímulo ao FSH, pode afetar a maturação folicular impedindo a ovulação.

Em um estudo40, o extrato obtido com éter e uma fração rica em ácidos graxos das sementes, afetou o ciclo estrogênico de ratos adultos e reduziu o peso dos ovários significativamente. O teor de colesterol e de ácido ascórbico nos ovários foram elevados de maneira considerável. A inibição substancial da 3-β-HSD e da G6PDH, as duas enzimas-chave envolvidas na esteroidogênese do ovário, foi observado em ovários de ratas após 15 dias de tratamento. A fração rica em ácidos graxos atuou como um agente antisteroidogênico. Infelizmente, esse estudo não avaliou a porcentagem de óleo essencial nessa fração.

A enzima 3-β-HSD catalisa a produção de muitos hormônios, incluindo a progesterona e testosterona, bem como alguns precursores de estrogênio e de cortisol. Esta inibição explica o efeito que a semente de cenoura possui sobre a progesterona e sua ação anticoncepcional. Contudo, por alguma via desconhecida, a testosterona não é afetada negativamente, mas estimulada.

Com relação ao estrogênio, a semente de cenoura tem baixa atividade estrogênio- like13,15,16, sendo este efeito atribuído ao componente cumarina16,32, praticamente inexistente no óleo essencial. O extrato da planta inibiu de modo considerável o efeito uterotrópico do 17β- estradiol no 3o dia de avaliação16.

A administração de extratos de semente de cenoura a camundongos na dosagem de 80 e 120 mg por animal, inibiu eficientemente a implantação do óvulo. Contudo, a administração oral nos dias 8 e 10 pós-coito não afetou a gravidez (não foi abortivo)16.

testosterona alta, que pode ser induzida por este óleo essencial, sem estímulo ao FSH, pode afetar a maturação folicular impedindo a ovulação.

robin-rose-bennetRobin Bennett 25 (foto à esquerda), herbalista americana, defende o uso das sementes de cenoura como contraceptivo natural. Em seu site e artigos25 de sua autoria, ela conta como teve contato com esta informação:“Ouvi pela primeira vez sobre o uso das sementes da cenoura selvagem (Daucus carota L.) para a contracepção quando estava vivendo no norte da Califórnia, em 1978. Esta planta também é comumente chamada de “Queen Anne’s Lace” (laço da rainha Anne) quando em flor. Um jovem me apresentou a sua namorada que costumava utilizar estas sementes como seu único método de contracepção. Na conversa, ela me disse que sua irmã tinha realizado um estudo no Alaska (onde ela morava) de 100 mulheres que usaram sementes de cenoura ao longo de sete anos e que nenhuma gravidez indesejada tinha ocorrido. As mulheres mastigavam uma colher de chá de sementes de cenoura secas em algum momento logo após a relação sexual. E várias mulheres quando pararam de tomar as sementes de cenoura, passaram a conceber o nascimento de bebês saudáveis.”

cenoura-brancaAs cenouras, originalmente, apareciam com cores púrpura, branca e amarela. A cenoura laranja (D. carota subsp. Sativus) foi desenvolvida na Holanda como tributo a Guilherme I de Orange (= laranja) durante a guerra holandesa de independência da Espanha, no século XVI.

A cenoura selvagem, de raiz branca, é ancestral da nossa cenoura cultivada de raiz laranja. Apesar da experiência de Robin Bennett ter sido com essa variedade selvagem, as pesquisas realizadas com os extratos e o óleo essencial das sementes da cenoura de raiz laranja mostram que seus efeitos são idênticos.

Robin Bennett então conduziu entre 1992/1993 um experimento nos EUA25, no qual 13 mulheres da cidade de Nova York utilizaram 1 colher de cenouras-coloridassobremesa de sementes de cenoura durante 12 meses com finalidade de avaliar sua ação contraceptiva. Dez mulheres no estudo já haviam
ficado grávidas anteriormente, confirmando sua fertilidade.

Durante o estudo, três mulheres aparentemente ficaram grávidas; uma confirmou sua gravidez com um teste de laboratório e o encerrou clinicamente. Ela utilizou as sementes de cenoura diariamente sem problemas, quando no mês que engravidou usou apenas três dos recomendados 7-8 dias em torno da ovulação. As outras duas mulheres que achavam estar grávidas, mas não confirmaram suas suspeitas, tomaram ervas emenagogas (que estimulam a menstruação) e menstruaram. Uma dessas duas usou as sementes de cenoura por 7-8 dias em torno da ovulação e a outra diariamente. Nenhuma das outras mulheres do estudo ficou grávida e metade estava usando as sementes de cenoura mastigadas como seu único método de controle de natalidade, as restantes combinavam métodos não medicamentosos.

A maioria das mulheres no estudo não tiveram efeitos colaterais, apenas duas tiveram gases e diarreia pelo uso das sementes. “As mulheres relataram uma sensação de plenitude e energia após começarem a ingerir as sementes.”

Baseado em suas experiências, Robin Bennett diz25:

“Em minha conclusão, baseado nos resultados da pesquisa e de estudos científicos suplementares, informações populares e minha própria experiência colhendo e usando as sementes de cenoura selvagem para contracepção, este é um excelente método de prevenir a gravidez, especialmente para mulheres que prestam atenção em seus ciclos corporais. O efeito benéfico de usar esta forma de contracepção natural é encorajar as mulheres a se tornarem mais informadas e cuidadosas com seu corpo.”

“As sementes de cenoura devem ser mastigadas até 8 horas após o ato sexual se a mulher tiver sido exposta a espermatozoides durante o período fértil. As sementes de cenoura mastigadas podem ser utilizadas como um contraceptivo de emergência. Mastigando-as libera- se seu óleo essencial, mas se as sementes são simplesmente engolidas inteiras, elas vão passar através do trato digestivo sem liberar o óleo essencial e não será eficaz. Podem ser utilizadas diariamente, tomadas por 3 dias antes da ovulação, durante a ovulação e até 3 dias após a ovulação. Ou tomadas diariamente até 7 dias após sexo e contato com espermatozoides.

“O amargor do óleo nas sementes pode ter algo a ver com sua eficiência. De acordo com o antigo sistema da Medicina Ayurvédica, as sementes de cenoura fazem o ‘óvulo ficar amargo ao esperma’”.

“As melhores sementes são colhidas tardiamente no outuno (‘na parte morta do ciclo da natureza’) e sementes novas esverdeadas podem não ser tão eficazes ou ter efeito irritativo com seu uso prolongado”.

“Eu acredito que a semente de cenoura atua num nível além do físico. Eu acho que ela ajuda a mulher (e o companheiro) a conectar-se à ‘energia da contracepção’. A semente de cenoura provém um ponto de foco para clarear a intenção de não conceber uma nova vida, e de conscientemente saber para onde nós estamos direcionando nossa fertilidade. Este é um dos principais dogmas da prática de controle mental do nascimento. Ela é a ‘criança’ da planta cenoura, suas sementes, que ajudam a mulher humana a não carregar uma criança indesejada. Todos que colhem as sementes de cenoura com gratidão pensando sobre para que elas irão ser usadas, também contribuem para a ‘energia da contracepção’ que cresce a partir de um profundo respeito pela vida.” (Robin Rose Bennett).

Há um estudo que observa o efeito do óleo das raízes da cenoura induzindo a ovulação de semente-de-cenoura-5patas 5, e este óleo contém leves frações dos álcoois daucol e carolo presentes em alta concentração no óleo das sementes. Talvez, doses baixas desses compostos (que as raízes têm em proporções ínfimas) possam ter um efeito de melhora da fertilidade, mas doses mais elevadas tenham ação inversa.

Bennett ainda cita que ouviu o relato de duas mulheres que disseram se sentir mais férteis usando as sementes da cenoura, e uma que ficou grávida (antes do estudo) usando a metade (1⁄2 colher de chá por dia) da dosagem indicada como contraceptiva.

Considera-se a possibilidade de que o uso de anticoncepcionais, e principalmente progesterona 35,36,40, tenha um efeito inibitório da ação anticoncepcional das sementes de cenoura.

Inúmeros livros clássicos de aromaterapia citam os benefícios do óleo das sementes de cenoura para regulação do ciclo menstrual feminino, atribuindo a ele efeitos positivos na dismenorreia (cólicas menstruais), menstruação desregulada, tensão pré-menstrual e calores da menopausa.

Outras propriedades

semente-de-cenoura-8Na parte fitoterápica, o óleo essencial da semente da cenoura é um excelente tonificante renal e diurético, se usado em associação com os óleos de semente de aipo e junípero bagas, principalmente em massagens prévias à drenagem linfática. Ele também atua no aparelho digestivo, reduzindo a formação de gases, melhorando a prisão de ventre e facilitando a digestão.

Relatos de pessoas utilizando este óleo mencionam resultados positivos no tratamento de distúrbios glicêmicos (abaixa a glicose alta), e há livros se referindo a ele como um tonificante do pâncreas, vesícula (icterícia) e fígado (como um regenerador hepático).

Um estudo demonstrou que extratos das sementes ricos em óleo essencial foram cardioprotetores e reguladores da contração muscular em infarto induzido em ratos pelo uso de isoprotenol, sendo considerado pelos autores como um inotrópico capaz de aumentar a força de contração do coração41. Além disso, verificou-se que abaixa o colesterol total, triglicéride HLD e VLDL 42.

Estudos feitos com extratos concentrados das raízes confirmam que a cenoura é hipoglicemiante 18 e hepatoprotetora 19, 30. O extrato das sementes também foi igualmente hepatoprotetor e os cientistas associaram esse efeito à sua ação antioxidante e indutora de enzimas antioxidantes (como a glutationa, catalase e superóxido dismutase) 43, 44, 48.

Um estudo9 demonstrou que a aplicação tópica do extrato da semente de cenoura rico em óleo essencial, inibiu a incidência de câncer de pele em até 89% em concentrações de 5 a 100%. A redução do volume do tumor diminuiu por 99, 91 e 70% nas respectivas concentrações de 100, 50, 5%.

Deve-se mencionar que este óleo também é um poderoso antifúngico útil no tratamento de micoses em geral1 (inclusive candidíase), além de possuir propriedades antibacterianas2,3, inclusive contra a Campylobacter jejuni45. Notou-se, em um estudo4, que ele reduziu consideravelmente as colônias de Helicobacter pylori, bactéria associada ao câncer de estômago.

Misiaka et al.47, observaram que os extratos contendo óleo essencial de semente de cenoura foram moderadamente inibidores do crescimento micelial do fungo Alternaria alternate, praga agrícola que ataca a planta da cenoura. Experimentos demonstraram que o carotol foi o componente principal mais ativo de inibição do fungo. O daucol foi menos potente que o carotol e o b-cariofileno não fez efeito. As sementes parecem conter a cura para a planta mãe.

E finalizando, os extratos da semente contendo óleo essencial, apresentaram também efeito anti-inflamatório por inibição da COX46 e efeito analgésico6, além de ter sido eficaz em matar larvas de mosquitos7.

Composição do óleo essencial

Os princípios ativos mais importantes deste óleo essencial são os álcoois daucol e carotol, sendo o carotol o componente mais importante para os efeitos terapêuticos.

analise-semente-de-cenoura

analise-semente-de-cenoura-2

Toxicidade:

Este óleo essencial em altas doses promoveu efeito hipnótico em ratos e hipotensão em cães, semente-de-cenoura-3levando a depressão respiratória em altas doses, atividade convulsionante no sapo, atividade relaxante da musculatura lisa in vitro reduzindo contrações induzidas por acetilcolina (ileum/coelho e útero/rato), antagonista da acetilcolina do músculo isolado do esqueleto de sapos, depressor direto do músculo cardíaco no cão22,31. Foi observada atividade cardiotônica e vasodilatação das veias coronárias do coração isolado de gatos 22.

É considerado, contudo, um óleo de baixa toxicidade, tendo o DL50 (oral) em ratos acima de 5 g/kg17. Também não considerado um óleo irritante para a pele ou alergênico17.

Cuidados:

Como citado, este óleo essencial possui um efeito estimulante da testosterona, inibidor da progesterona e pouco efeito estrogênico. Estimula o LH sem efeito no FSH. É indicado cautela do seu uso em mulheres com deficiência de progesterona, com síndrome dos ovários policísticos e com distúrbios de infertilidade. Por segurança evite em grávidas e crianças.

Resumo de potenciais propriedades:

Rejuvenescedor e regenerador da pele +++

Cicatrizante (ferimentos, escaras, queimaduras) ++

Hepatoprotetor e hepatodescongestinante +++

Tonificante do pâncreas, fígado e vesícula ++

Hipoglicemiante +

Inotrópico/fortalecedor do coração (cardiotônico) +

Reduz o colesterol e triglicérides altos ++

Digestivo ++

Diurético +

Melhora da memória e concentração ++

Anti-inflamatório +++

Antifúngico e antibacteriano

Facilitador da drenagem linfática ++

Anticancerígeno (câncer de pele) +++

Estimulante da libido e testosterona +++

Útil em TPM e climatério (menopausa) ++

Contraceptivo (anticoncepcional) (?*)

*Atenção:

As informações aqui disponibilizadas sobre o emprego das sementes de cenoura ou seu óleo essencial com finalidades contraceptivas são meramente ilustrativas e não devem ser tomadas em hipótese alguma como único meio de contracepção. Sugerimos que consulte seu médico sobre métodos anticoncepcionais seguros ou que possam ser usados de forma combinada. O autor não poderá ser responsabilizado pelo uso indevido destas informações.

É desejo do autor que este artigo seja uma forma de estímulo para que o meio acadêmico se empenhe em ampliar esses estudos com seres humanos, uma vez que essas descobertas possibilitam o surgimento de um novo contraceptivo natural, baseado em um uso milenar, e menos prejudicial à saúde, além de um recurso natural para aumento da testosterona.

 

Sobre o autor

semente-de-cenoura-6Fabian Laszlo Flegner
Cientista aromatólogo, proprietário da empresa Laszlo (www.laszlo.com.br) e diretor de ensino do Instituto Brasileiro de Aromatologia (www.ibraromatologia.com.br).

Este artigo científico é a integra de uma série de outros de uma pesquisa maior realizada por este estudioso a ser lançada em livro, brevemente. Aguardem.

Referências:

1. Jasicka-Misiak I, et al. Antifungal activity of the carrot seed oil and its major sesquiterpene compounds.Z Naturforsch C. 2004 Nov- Dec;59(11-12):791-6.
2. Rokbeni N, et al. Variation of the chemical composition and antimicrobial activity of the essential oils of natural populations of Tunisian Daucus carota L. (Apiaceae).Chem Biodivers. 2013 Dec;10(12):2278-90.

3. Kilibarda V et al.Content of the essential oil of the carrot and its antibacterial activity. Pharmazie. 1996 Oct;51(10):777-8.
4. Bergonzelli GE et al. Essential oils as components of a diet-based approach to management of Helicobacter infection. Antimicrob Agents Chemother. 2003 Oct;47(10):3240-6.
5. BALDISSERA NORDIO C. Influence of carrot oil on ovulation in Anas domestica. Boll Soc Ital Biol Sper. 1957 Oct-Nov;33(10- 11):1608-10.
6. Mani Vasudevan et al. Antinociceptive and Anti-Inflammatory Properties of Daucus carota Seeds Extract. Journal of Health Science. Vol. 52 (2006) No. 5 P 598-606
7. Hye-Mi Park, Il-Kwon Park. Larvicidal activity of Amyris balsamifera, Daucus carota and Pogostemon cablin essential oils and their components against Culex pipiens pallens. Journal of Asia-Pacific Entomology. Volume 15, Issue 4, December 2012, Pages 631–634 8. Nouri, Mohammad et al. The protective effects of carrot seed extract on spermatogenesis and cauda epididymal sperm reserves in gentamicin treated rats. Yakhteh Medical Journal, vol 11, No 3, Autumn 2009, Pages 327-333.
9. Zeinab RA et al. Chemopreventive effects of wild carrot oil against 7,12-dimethyl benz(a)anthracene-induced squamous cell carcinoma in mice.Pharm Biol. 2011 Sep;49(9):955-61.
10. http://www.hybridrastamama.com/2012/06/natural-oils-as-sun-protection.html e http://www.naturaltherapypages.com.au/article/carrier_oils_and_spf e http://saspublisher.com/wp- content/uploads/2013/11/SAJP26458-463.pdf em 05/2015.
11. Shweta Kapoor, Swarnlata Saraf. Efficacy Study of Sunscreens Containing Various Herbs for Pro-tecting Skin from UVA and UVB Sunrays. Pharmacognosy magazine 2009, Volume: 5, Issue: 19, Page: 238-248 (http://www.phcog.com/article.asp?issn=0973- 1296;year=2009;volume=5;issue=19;spage=238;epage=248;aulast=Kapoor) em 05/2015.
12. Oliveira, Camila A. et al. Vegetable oils as bioactive adjuvants for sunscreens. Compendium on Sun Care – Vol. 7(3) July/September 2012
13. Prakash AO. Biological evaluation os some medicinal extracts for contraceptive efficacy. Contracept Deliv Syst 1984; 5:9.
14. Lal R et al. Antifertility effect of daucus carota seeds in female albino rats. Fitoterapia 1986; 57: 243-246.
15. Kant A et al. The estrogenic efficacy of carrot (Daucus carota) seeds. J. Adv Zool 1986; 7: 36-41.
16. Sharma MM et al. Estrogenic and pregnancy interceptor effects of carrot Daucus carota seeds. Indian J. Exp Biol 1976; 14: 506- 508.
17. Tisserand, Robert e Young, Rodney. Essential Oil Safety: A Guide for Health Care Professionals, Churchill Livingstone; 2 edition (November 6, 2013)
18. Neef H, Declereq HN, Laekemen G. Hypoglycemic activity of selected European plats. Phytother Res 1995;9:45-48. 11.
19. Bishayee A, Sarkar A, Chatterjee M. Hepatoprotective activity of carrot (Daucus carota L.) against carbon tetrachloride in mouse liver. J Etnopharmacol 1995;47:69-74.
20. http://www.carrotmuseum.co.uk/cont.html em 05/2015.
21. Mani, Vasudevan et al. Anti-Dementia Potential of Daucus carota Seed Extract in Rats. Pharmacology online 1: 552-565 (2010) 22. Gambhir SS, Sanyal AK, Sen SP, Das PK. Studies on Daucus carota Linn. Part II. Cholinergic activity of the quaternary base isolated from water-soluble fraction of
alcoholic extract of seeds. Indian J Med Res 1966;54:1053-1056.
23. Nadkarni KM. Indian Materia Medica. Popular Prokashan. India.
24. Riddle, John M. Eve’s Herbs: A History of Contraception and Abortion in the West. Harvard University Press (May 15, 1999)
25. Bennet RR. Wild Carrot Seeds for Herbal Contraception. Northeast Herbal Assoc.
Newsletter 1994; 6: 32-34. (http://robinrosebennett.com/wild-carrot-daucus-carota-a-plant-for-conscious-natural-contraception/ e http://bearmedicineherbals.com/an-interview-with-robin-rose-bennett-wild-carrot-fertility-and-a-vision.html e http://robinrosebennett.com/articles/wild-carrot-exploration-final-summary-august-2011/ e http://www.sisterzeus.com/QALrobinbennett.pdf (em 06/2015.)
26. Dong, J.Y., Xue, L.Q., Zhu, X.W., et al., 1981. Antifertility agents from seeds of Daucus carota. Zhongcaoyao 12, 61.
27. Chu Y, Zhou M, Li Q, Bao Y. Antifertility effect of volatile oil from Daucus carota seeds.
Shengzhi Yu Biyun 1985; 1: 37-40.
28. Majumdar UK, Gupta M, Patro VJ. Studies on antifertility of methanolic extract of Daucus carota Linn. seeds. Indian J Nat Prod 1998;14:33-37.
29. Bhatnagar U. Postcoital contraceptive effects of a alcoholic extract of Daucus carota
Linn. seed in rats. Clin Drug Invest 1995;9:30-36.
30. Handa SS. Natural products and plants as liver protecting drugs. Fitoterapia 1986; 57: 307-351.

31. Bhargava AK ET AL. Pharmacological investigation of the essential oil of Daucus carota Linn. Var. sativa DC. Indian J. Pharm 1967; 29: 127-129.
32. Kaliwal BB, Rao MA. Inibition of ovarian compensatory hypertrophy by carrot seed (Daucus carota) extract or estradiol-17b in hemicastred albino rats. Indian J Exp Biol 1981; 19: 1058-1060.

33. Kaliwal, BB et al. Implantation delay and nidation by progesterone in carrot seed (Daucus carota) extract treated albino rats. Proceedings: Animal Sciences. April 1986, Volume 95, Issue 2, pp 263-268
34. Tung CY, Hsu L-C, Chu H-W, Chou Y. Studies on the antifertility constituents in carrot seeds (Daucus carota L.). Chung Ts’ao Yao 1981; 12: 13.

35. Kaliwal BB and Ahamed RN (1987). Maintenance of implantation by progesterone in carrot seed (Daucus carota) extract treated albino rats. Indian Journal of Physical and Natural Sciences Section A7: 10-14.
36. Kaliwal BB and Ahamed RN, and Rao MA (1984). Abortifacient effect of carrot seed (Daucus carota) extract and its reversal by progesterone in albino rats. Comparative Physiology and Ecology 9:70-74.

37. Farnsworth NA, Bingel S, Cordell GA, Crane FA, and Fong HHS (1975). Potential value of plants as a source of new anti-fertility agents. Part 1. Journal of Pharmaceutical Sciences 64 (April}: 554.
38. Kong YC, Xie JX, and But PPH (1986). Fertility regulating agents from traditional Chinese medicines.Journal of Ethnopharmacology 15: 18-19.

39. Lal R, Sankaranarayanan A, and Mathur VS (1984). Anti-fertility and uterine activity of Daucus carota. A preliminary report. Bulletin of Postgraduate Institute of Medical Education and Research Chandigarh 18: 28-31.
40. Majumder PK et al. Anti-steroidogenic activity of the petroleum ether extract and fraction 5 (fatty acids) of carrot (Daucus carota L.) seeds in mouse ovary. J Ethnopharmacol. 1997 Aug;57(3):209-12.

Majumder PK1
41. Muralidharan, P., Balamurugan, G. and Kumar, P. (2008) Inotropic and Cardioprotective Effects of Daucus carota Linn. on Isoproterenol-Induced Myocardial Infarction. Bangladesh Journal of Pharmacology, 3, 74-79
42. Sing, K., Dhongade, H., Sing, N. and Kashyap, P. (2010) Hypolipidemic Activity of Ethanolic Extract of Daucus carota Seeds in Normal Rats. International Journal of Biomedical and Advance Research, 1, 73-80
43. Singh, K., et al. (2012) In Vivo Antioxidant and Hepatoprotective Activity of Methanolic Extracts of Daucus carota Seeds in Experimental Animals. Asian Pacific Journal of Tropical Biomedicine, 2, 385-388.
44. Rezaei-Maghadam, et al. (2012) Effect of Tumeric and Carrot Seed Extracts on Serum Liver Biomakers and Hepatic Lipid Peroxidation, Antioxidant Enzymes and Total Antioxidant Status in Rats. Bioimpacts, 2, 151-157.
45. Rossi, P.G., et al (2007) (E)-Methylisoeugenol and Elemicin: Antibacterial Components of Daucus carota L. Essential Oils against Campylobacter jejuni. Journal of Agricultural and Food Chemistry, 55, 7332-7336.
46. Mornin, R.A., De Witt, D.L. and Nair, M.G. (2003) Inhibition of Cyclooxygenase (COX) Enzymes by Compounds from Daucus carota L. Seeds. Phytotherapy Research, 17, 976-979.
47. Misiaka, I.J., Lipoka, J., Nowakowska, E.M., Wieczoreka, P.P., Mlynarz, P. and Kafarski, P. (2004) Antifungal Activity of Carrot Seed Oil and Its Major Sesquiterpene Compounds. Zeitschrift für Naturforschung, 59, 791-796.
48. Kamlesh Singha, et al.In vivo antioxidant and hepatoprotective activity of methanolic extracts of Daucus carota seeds in experimental animals. Asian Pacific Journal of Tropical Biomedicine Volume 2, Issue 5, May 2012, Pages 385–388

 

 

Créditos das fotos:

http://storiesinthestreet.com/2014/03/29/extraordinary-carrots/ http://suburbantomato.com/planting-notes-2/saving-seed/ http://bloomsandfood.com/tag/wild-carrot-seeds-recipe/

Correção ortográfica dos textos: Janice Mansur ([email protected])

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *