O II Congresso Internacional de Aromatologia ocorreu dias 18 e 19 de março em Belo Horizonte/MG. Estivemos por lá e trazemos um resumo de como foi.

Resumo do dia 18/mar/16. Por Mayra Corrêa Castro

Fabian laszlo

Fabian Laszlo, fundador da Laszlo Aromaterapia e do IBRA, abre o II Congresso Internacional de Aromatologia em Belo Horizonte/MG, e convida todos os aromaterapeutas a assinarem petição para instituir o Dia Nacional da Aromaterapia no Brasil, na data de 19 de dezembro, a mesma do nascimento de René-Maurice Gattefossé.

Prof. Dr. Afrânio Craveiro

Prof. Dr. Afrânio Craveiro nos trouxe informações sobre o maior banco de dados existente sobre óleos essenciais brasileiros, uma oleoteca composta de 800 amostras, todas coletadas entre 1974 e 2016 na caatinga, um projeto coordenado dentro da Universidade Federal do Ceará/PADETEC.  Também nos contou o case do medicamento Acheflan (R) e do uso de Lippia sidoides omo ativo de loção anti-acne do laboratório Aveda nos Estados Unidos.

Prof. Dr. Damião de Souza

Prof. Dr. Damião de Souza, da Universidade Federal da Paraíba, faou sobre a bioatividade dos óleos essenciais e como eles alteram diversos sistemas farmacológicos. Trouxe pesquisas realizadas sobretudo em modelos animais para avaliar ações no Sistema Nervoso Central, mostrando resultados obtidos com o OE de lavanda-francesa, as também laranja-amarga e verbena-branca.

Profª Marcela Machado

Profª Marcela Machado, da Universidade do Vale do Itajaí, traçou um panorama sobre o que existe de segurança e toxidade no uso de OEs, seja pela via inalatória, tópica ou por ingestão. Explicou as relações possíveis entre DL50 e DMT50 realizadas com cobaias animais e humanos.

Guilherme Peniche

Guilherme Peniche, naturólogo e mestrando em farmácia, mostrou resultados obtidos com aromaterapia no tratamento da dor em atletas de alto nível, uma pesquisa que passa agora para sua segunda fase e promete novos achados.

Vishwa, Terra-Flor

Vishwa, bióloga e fundadora da Terra-Flor Aromaterapia traçou o plano evolutivo das espécies botânicas no planeta Terra e como a interação entre plantas e delas com os animais fez surgir os óleos essenciais, evidenciando que a vida quer se manter viva.

Profª. Dra. Adriana Wolffenbüttel

A Profª. Dra. Adriana Wolffenbüttel, que teve seu livro Base da Química dos Óleos Essenciais e Aromaterapia relançado pela Editora Laszlo durante o Congresso, mostrou os resultados da sua pesquisa de doutorado na Univerdade Federal do Rio Grande do Sul com câmaras de inalação de roedores e os efeitos de alguns OEs nos marcadores melatonina e cortisol. A segunda fase da pesquisa segue agora no seu projeto de pós-doc feito em parceria com uma universidade em madri, Espanha.

esteticista Ofélia Carvalho Spa do Resort Costão do Santinho

Há 9 ano à frente do Spa do Resort Costão do Santinho, a esteticista Ozélia Carvalho nos contou como a aromaterapia é utilizada nos mais variados e exclusivos protocolos estéticos e de emagrecimento no spa.

Fonte: Casa Máy – Aromaterapia

assinatura pria

3 thoughts on “Congresso Internacional de Aromatologia – Como foi (Parte 1)

  1. elidia,

    sera que tem alguma chance de quem nao teve oportunidade de ir ao congresso,voces que foram poderia fazer um curso pra passar um pouco das informaçoes.obrigada

    1. Comment author Alessandra,

      Ei Elidia, tudo bem? Para quem não pode ir ao congresso, tem a opção de assinar o congresso online. Vc pode assistir a filmagem do congresso de BH e ainda ter acesso ao conteúdo exclusivo das palestras online. Acho que são umas 40 palestras!!! Dos mais diversos assuntos.
      Entre em contato com o IBRA par saber como adquirir o congresso online. O site é http://ibraromatologia.com.br

  2. Pingback: 2º Congresso Internacional de Aromatologia - um resumo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *