Empresa brasileira comercializa filtro para captação de água da chuva

Em tempos de crise hídrica, as soluções que facilitam o reaproveitamento de água são sempre bem vindas, já que cada gota vale muito. O ChoveChuva é um equipamento capaz de filtrar a água da chuva para melhorar a captação e qualidade do recurso para reuso.

A tecnologia surgiu a partir da necessidade identificada em escolas públicas de Belo Horizonte, MG, como explicado pela engenheira sanitarista e ambiental, Isabella Cordeiro Cantarelli. Segundo ela, quando a legislação local passou a obrigar a coleta da água de chuva, a Hidrologia, empresa especializada em soluções para o tratamento de água, percebeu que a o sistema podia ser muito mais eficiente. Assim nascia o filtro pluvial, ChoveChuva.

Para garantir a limpeza da água, o coletor conta com quatro etapas de filtragem. Conectado à calha da residência, a água da chuva escoa direto para o captador. A primeira fase é a caixa separadora de folhas, que separa o material grosso. A água segue, então, para o segundo compartimento, onde estão dispostas pedras de calcário, responsáveis por regular os níveis de acidez. Na terceira etapa ocorre a adição do cloro à água para desinfetar e eliminar os micro-organismos, conforme norma do Ministério da Saúde. A fase final consiste na filtragem, onde são retirados os materiais em suspensão.

chovechuva

Em entrevista ao CicloVivo, Isabella explicou que a água resultante deste processo de filtragem chega a ser potável, embora não possa ser oficialmente usada para o consumo humano devido às legislações brasileiras. “Existem países, como a Austrália, por exemplo, que já usam a água da chuva para fins potáveis. Em alguns casos, essa água chega a ser melhor do que a entregue pelas companhias de saneamento”, esclareceu a especialista.

Mesmo com estra restrição, as opções para o reuso ainda são muitas. Depois de filtrada, a água pode ser aproveitada em banheiros, para descarga, lavagem de mão e até chuveiro, limpeza de quintal, rega de jardins, lavagem de Imagem: Divulgação/Hidrologia, entre outras coisas.Imagem: Divulgação/HidrologiaImagem: Divulgação/Hidrologia

O equipamento funciona de maneira muito simples. Não é necessário conectá-lo a nenhuma fonte de energia e ele precisa apenas ser ligado diretamente à calha das residências. Não existem restrições quanto aos tipos de telhados, no entanto, o sistema é ideal para tubulações de cem milímetros, normalmente usadas em telhados que tenham até 120 metros quadrados.

1469935_432744673547322_6921620106858671935_n

A eficiência do sistema é alta. Mesmo com todas as etapas de filtragem e limpeza da água, a perda é de 20 a 30%, levando em consideração que o reservatório final não terá mais nenhum tipo de resíduo.

Quanto à manutenção do sistema, a engenheira explica que os cuidados são mínimos, assim como os custos. Os usuários têm apenas três preocupações: elemento filtrante, retirada das folhas e a troca das pastilhas de cloro. Destes itens, o mais caro é o elemento filtrante, que custa, em média, R$ 20 e pode ser adquirido em qualquer loja especializada em filtros ou materiais de construção.

O ChoveChuva é comercializado online através do site da empersa. Ele é ideal para ser usados em residências, mas também existem projetos específicos para o reaproveitamento de água de chuva em prédios.

Veja abaixo o vídeo demonstrativo do filtro pluvial:

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=L5agbm8AkDg&w=640&h=360]

Por Thaís Teisen – Redação CicloVivo (http://ciclovivo.com.br/noticia/empresa-brasileira-comercializa-filtro-para-captacao-de-agua-da-chuva)

apoio:

so_pria
Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *