O MAGESTOSO ÓLEO DE NOOTKA TREE

Imagem

O óleo de nootka você encontra na Pria: www.pria.com.br

texto por Fábian Laszlo

Conheça o óleo essencial da árvore que a madeira não apodrece!

“O nome nootka provém da tribo nootka (Nootka, Nutka, Aht, Nuuchahnulth), indígenas que vivem em Vancouver no pacífico noroeste do Canadá.”
“Esta árvore é uma das espécies de coníferas mais evoluídas que se conhece, um verdadeiro salto “quântico” na evolução destas espécies e teria surgido em período mais recente, talvez algo em torno de 150-200 milhões de anos. Unir nootkateno e valenceno (sesquiterpenóides) + nootkatona (cetona) + carvacrol (fenol terpênico) + cavicol (fenol fenilpropânico) permitiu que esta árvore gerasse um óleo essencial em sua madeira único e extremamente raro, com um potencial antimicrobial elevado de defesa, de ação cicatrizante em situações de lesão e de ampla capacidade conservadora e regeneradora de seus tecidos.”

“Este óleo essencial traz à tona no indivíduo sua força interior perdida, resgatando a vontade de lutar pela vida, fortalecendo sua tomada de iniciativa, capacidade de se defender e preservar-se diante das adversidades e pessoas invasivas.”

“Ambos os componentes nootkatona e carvacrol presentes neste óleo, formam uma sinergia única para emagrecimento podendo ser utilizados em géis ou cremes de massagem redutora. O carvacrol demonstrou ser capaz de reverter a atividade indutora de genes envolvidos com a obesidade e inflamação em ratos ingerindo dieta elevada em gorduras48. Ele age emagrecendo e desinflamando os tecidos, proporcionando redução de peso. Este componente também tem se mostrado um potente agente anticancerígeno em outros estudos49,50,51 e possui forte efeito antioxidante51.”
“A nootkatona já por outro lado, ativa o sistema AMPK que controla o metabolismo de energia, tratando da síndrome metabólica que leva a obesidade. Seu uso na dieta demonstrou capacidade de aumentar a termogênese corporal, reduzindo o ganho de peso, acúmulo de gordura abdominal, hiperglicemia, hiperinsulinemia, hiperleptinemia em ratos ingerindo doses de 0,2% quando comparado ao grupo controle52.”

Leia o artigo completo em:

http://laszlo.ind.br/campanhas/O_Majestoso_Oleo_de_Nootka_tree_Laszlo.pdf

www.pria.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *