ÓLEO ESSENCIAL DE GUAVIROBA FOLHAS

Imagem
Campomanesia guaviroba

Potencial uso como anestésico, em alergias respiratórias (rinites crônicas), alzheimer e outros.

O raro óleo essencial destilado das folhas da guaviroba possui mirtenal (3%), mirtenol (6%), pinocarveol (3%), a-pineno (29%), limoneno (9%) e a-terpineno (3%). Estes compostos dão ao óleo um aroma exótico, com um toque de rum ao fundo, principalmente quando envelhecido. Uma exótica opção para quem gosta de fazer perfumes.
O componente mirtenal do óleo mostrou-se um potente inibidor da aceticolinesterase, o que indica potencial de uso deste óleo essencial na melhora dos sintomas do Alzheimer1. Óleos que contenham mirtenal são raros, além de que este composto também mostrou potencial terapêutico no câncer do fígado2.
Muitas pessoas relatam benefícios de problemas respiratórios (alergias), ação calmante e ansiolítica para este óleo essencial. Uma pesquisa3 mostrou que os compostos mirtenol e pinocarveol mostram capacidade de agir em receptores do neurotransmissor GABA de forma similar a anestésicos, confirmando estes efeitos do óleo de guaviroba, além dele poder ser útil também como um relaxante muscular e analgésico local.

Dica de fórmula para alívio de tensão muscular e analgesia:

Guaviroba OE 0,5%
Plai 0,5%
Colônia 0,5%
Eucalipto radiata 0,5%
Pindaíba ou cape may 0,5%
Artemísia branca 0,5%
Misture em base composta pelos óleos de palmiste 30% e linhaça 67%. Massageie o local 1-3X ao dia.

O óleo de plai é um analgésico que atua em canais de cálcio. A pindaíba ou o cape may são analgésico similares à dipirona. O óleo de colônia de java age esquentando na massagem e promovendo relaxamento das fibras musculares e nervos periféricos. A artemísia branca rica em beta-tuiona se mostrou em estudos ser tão potente quanto o THC na analgesia via canais opióides. A guaviroba age em receptores GABA como anestésico. O eucalipto aumenta a penetração destes ativos e sua eficácia de forma sinérgica. Palmiste e linhaça são carreadores antiinflamatórios.

Estes óleos essenciais você encontra aqui: www.pria.com.br

Imagem

Referências (textos Fabian Laszlo):
1. Kaufmann D, et al. Myrtenal inhibits acetylcholinesterase, a known Alzheimer target.J Pharm Pharmacol. 2011 Oct;63(10):1368-71.
2. Babu LH, et al. Myrtenal, a natural monoterpene, down-regulates TNF-a expression and suppresses carcinogen-induced hepatocellular carcinoma in rats. Mol Cell Biochem. 2012 Oct;369(1-2):183-93.
3. Kessler A, et al. GABAA receptor modulation by terpenoids from Sideritis extracts. Mol Nutr Food Res. 2013 Nov 24.

Material presente no 5o Jornal de Aromatologia: http://www.laszlo.ind.br/campanhas/JORNAL_5_JANEIRO_2014_versao_web.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *